10 carreiras que são quase imunes à qualquer crise

10 carreiras que são quase imunes à qualquer crise

Fonte: Portal Administradores


Não importa a que setor pertençam, os profissionais quase sempre ficam desanimados e temerosos quando ouvem falar em crise financeira. Não é preciso ser especialista para perceber que o crescente desemprego e desaceleração do mercado são itensificadas em períodos de crise.

Entretanto, algumas carreiras tendem a sofrer menos com os impactos gerados nesses períodos. A Exame fez um levantamento junto a especialistas de diversas consultorias de recrutamento para elaborar uma lista com profissões que se mostram resistentes às consequências negativas da crise.

10 carreiras que se mantêm estáveis e continuam contratando profissionais em tempos de instabilidade econômica. Confira:

1) Controller ou gerente de controladoria

Esse é profissional que está na “vice-presidência” do departamento financeiro. Ele é o responsável por controlar atividades ligadas a áreas de planejamento e controle das finanças da empresa, como também pela projeção e coordenação de projetos. O motivo para que o profissional continue sendo requisitado pelas empresas, principalmente do setor da indústria, é que ele ajuda a controlar gastos e traz indicadores de eficiência financeira. Desta maneira, o trabalho exercido pelo controller é definitivo para a empresa que passa por instabilidades financeiras, pois estará a frente de importantes decisões estratégicas.

2) Profissional de auditoria e controles internos

Seu papel na empresa é basicamente identificar e prever riscos, propondo alternativas para minimizar impactos. De acordo com o especialista Rodrigo Miwa, sócio da Hound, o trabalho do profissional é relevante em tempos de retração do mercado pois é ele que maximiza a relação entre custo e benefício para manutenção do funcionamento da empresa.

3) Gerente de risco

Gerenciando processos financeiros, vendas e geração de receita, o papel exercido pelo gerente de risco, desde seu nome, é de grande importância para a empresa que passa por períodos de instabilidade econômica. Neste contexto, geralmente o profissional ganha papel de destaque na gestão e acompanhamento de finanças.

4) Gestor de projetos e processos

Em épocas de crise econômica, as empresas buscam profissionais especializados no gerenciamento de projetos para economizar o máximo de tempo e, principalmente, dinheiro. O gestor de projetos e processos é responsável por reavaliar processos internos para garantir cumprimento de prazos e objetivos. Além disso, ele também pode exercer a função de consultor externo da empresa.

5) Analista ou supervisor de custos

Exercendo a função de promover e gerenciar o melhor rendimento de processos, visando a redução de custos, o analista ou supervisor de custos também é um profissional requisitado por empresas em tempos de crise para comandar a administração de finanças e evitar gastos exacerbados.

6) Profissional de vendas e novos negócios

Apesar de parecer contraditório, o profissional de vendas e novos negócios é um dos que sabem lidar bem com a crise. Como seu papel é expor a empresa e seus produtos ao mercado, sua função é fundamental para gerar receita para a empresa, fechar novos negócios e atrair clientes. O especialista Paulo Dias, diretor de recrutamento da consultoria STATO, explica que o papel do vendedor é o de manter um negócio ativo e lucrativo em um cenário instável. Características fortes, como carisma, pró-atividade, liderança, destacam o profissional em um meio instável e competitivo.

7) Consultor de shipping ou exportação

Segundo o especialista Rodrigo Maranini, da Talenses, a alta do dólar, apesar de ter desagradado muitos brasileiros, beneficiou alguns setores, dentre eles o de exportação de produtos, como borracha e grãos. Neste cenário, o consultor de exportação assume responsabilidades ligadas ao processo de vendas para o exterior, resolvendo burocracias e estando a frente da logística. Existe uma crescente demanda por profissionais qualificados na área, com fluência em inglês e pensamento amplo estratégico.

8) Consultor de projetos em logística

A maneira que as pessoas da atualidade consomem não é a mesma que a de anos atrás. Essa mudança gerou impacto para o mercado de logística, que teve que se adaptar a novos costumes dos consumidores, que se tornaram globais, remotos e complexos. Desta forma, surge o consultor de projetos em logística, que fica responsável por repensar a forma que as mercadorias são entregues aos clientes para evitar prejuízos, aumentar a produtividade e intensificar o fluxo produtivo da empresa.

9) Gerente geral de e-commerce para varejo

Na era digital, o número de investidores e consumidores do e-commerce vem crescendo exponencialmente. No momento, o grande desafio do varejo online é a rentabilidade. Assim, a função do gerente geral de e-commerce para varejo é assegurar lucros para a empresa e prevenir prejuízos na operação.

10) Gerente de compliance

O trabalho exercido pelo gerente de compliance garante transparência nas transações e que estejam sendo feitas em regularidade com as leis e normas internas da empresa. Por conta de sua relação mais direta com o contexto político, o profissional fica mais independe da situação do mercado econômico. A especialista Natasha Patel, diretora da Hays, explica que desde 2014 vem crescendo a demanda por esses profissionais no mercado, principalmente no setor financeiro e também de indústrias farmacêuticas e de biotecnologia.

Confira aqui a lista completa.